COOPERITOS

UNIÃO PELA EXCELÊNCIA

NOTÍCIAS

Perícia judicial: como a empresa deve se preparar para ela?

A perícia judicial é uma prática que pode ser fundamental no momento de determinar o resultado de um processo. Por isso, a empresa que for visitada para ter a elaboração de um laudo precisa estar preparada para tornar o procedimento mais rápido e tranquilo para todos. Vamos ver então, como se preparar para a perícia judicial.

O que é perícia judicial?

A perícia judicial é o processo de produção de provas. Diante de um processo trabalhista o Juiz pode apontar um perito que irá emitir um laudo após pesquisar e averiguar as informações pertinentes ao caso. Sendo assim, o perito designado faz uma visita a empresa para preparar a avaliação. Esta então é assinada e passa a constar como parte do processo judicial. Ele trabalha de maneira totalmente independente, sendo que não cabe nem ao juiz interferir em suas tarefas. Isso porque, ele precisa de um certo grau de liberdade para conseguir obter o resultado de maneira completamente isenta. Mesmo assim, a empresa a ser avaliada tem algumas opções de medidas para se preparar para a vistoria.

Como se preparar?

Em primeiro lugar, apesar do trabalho do perito ser independente, a empresa que for passar por um processo de perícia tem a opção de contratar um assistente técnico. Esse tipo de prática serve como um apoio ao perito apontado pelo juiz e garante uma visão multilateral, diminuindo as chances de a empresa sair prejudicada. A assistência técnica é um auxílio e deve ser tratada como um ativo e não uma despesa ou obrigação. Por isso, deve ser exigido o máximo da qualidade no serviço. E para que esse auxílio seja feito de maneira eficiente e com qualidade, é preciso contar com assistentes experientes e que tenham conhecimento para realizar a função com maestria. Além disso, existem outras atitudes que podem ser tomadas para facilitar a vida do visitante. Por exemplo, na notificação sempre constam o local, a data e a hora da visita, além dos documentos necessários. Por tanto, ter todos os dados pertinentes ao caso a mão agiliza e facilita o processo. Sendo assim, com o tempo exato da vistoria marcado, é possível liberar o espaço para que o perito consiga trabalhar sem distrações. A cooperação e a apresentação são fundamentais para tornar o processo mais tranquilo.

Os três tipos de perícia mais comuns são: a médica, de insalubridade e periculosidade.

Na perícia médica, o exame é feito normalmente em relação ao paciente, e a assistência pode ajudar a comprovar ou não a existência, ou sequela, de algum problema em relação ao trabalho. Já na insalubridade e periculosidade, são quase sempre feitas as visitas ao ambiente de trabalho, de modo a determinar se existe risco de vida ou a saúde dos funcionários. Um acompanhamento técnico e a preparação do ambiente podem ajudar a tornar o processo mais tranquilo. Estar organizado e contar com assistência técnica são as melhores maneiras de se preparar para uma perícia judicial, e garantir ao máximo que sua empresa não sairá prejudicada. Se precisar contar com algum tipo de assistência, visite nosso site e consulte nossos serviços.

 

Fonte: O Diário

Procuro um Perito

O profissional que você precisa está aqui

Solicitar perito

Sou um Perito

E quero potencializar minha atuação profissional

Seja um cooperado

Mais notícias

facebook COOPERITOS

  • Com conceito e proposta inovadores, a Cooperitos c...
  • A Contabilidade Forense é a área da contabilidade ...
  • É com grande satisfação que a Cooperitos apresenta...
  • Somos profissionais de referência e atuamos nas ma...
  • É por meio da perícia médica que laudos são feitos...

1400

Perícia judicial: como a empresa deve se preparar para ela?

1200

Perícia judicial: como a empresa deve se preparar para ela?

1000

Perícia judicial: como a empresa deve se preparar para ela?

800

Perícia judicial: como a empresa deve se preparar para ela?

600

Perícia judicial: como a empresa deve se preparar para ela?

400